O parque Municipal Mata da Bica: uma discussão sobre os conceitos de ressignificação do patrimônio natural de Formosa - Goiás

Mata da Bica Municipal park: a discussion about the concepts of re-signifying the natural heritage of Formosa – Goiás

Authors

  • Tiago de Oliveira Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.54018/sssrv3n2-001

Keywords:

mata da bica, patrimônio natural, formosa-goiás

Abstract

Esta pesquisa consiste em demonstrar a trajetória ocorrida no projeto de requalificação do Parque Municipal Mata da Bica, situado na cidade de Formosa-Goiás, exemplificando como foi feito o processo de integração social ao patrimônio natural do lugar pesquisado. O foco de análise é o Memorial Ambiental para Projeto Básico de Paisagismo do Parque Municipal Mata da Bica. O diálogo com comunidade traz apontamentos do que mudou em relação às narrativas que contam o percurso pelo qual o parque passou, durante a gestão pública atual, bem como os agentes públicos responsáveis pelo desenvolvimento deste projeto de requalificação. Trata-se de uma abordagem de diálogos com a comunidade local e representantes das secretarias municipais de governo que foram envolvidos nesta transformação patrimonial sucedida num parque cujas características mostram a importância de um bioma e a sua representatividade em ecossistema, situado na região central da cidade. Compreendendo essas transformações arquitetônicas do lugar e seus impactos ambientais e sociais numa perspectiva de necessidade de integração sustentável entre o homem e meio ambiente, numa dinâmica que versa sobre a sensibilização social em manter preservado seu patrimônio histórico-cultural, na representatividade do meio ambiente, na forma do patrimônio natural.

Additional Files

Published

2022-04-05

How to Cite

Ferreira, T. de O. . (2022). O parque Municipal Mata da Bica: uma discussão sobre os conceitos de ressignificação do patrimônio natural de Formosa - Goiás: Mata da Bica Municipal park: a discussion about the concepts of re-signifying the natural heritage of Formosa – Goiás. STUDIES IN SOCIAL SCIENCES REVIEW, 3(2), 390–404. https://doi.org/10.54018/sssrv3n2-001