Racismo e sexismo sofrido por mulheres negras no facebook

Racism and sexism suffered by black women on facebook

Authors

  • Claudomilson Fernandes Braga

DOI:

https://doi.org/10.55034/smrv3n2-003

Keywords:

preconceito, raça, gênero, mulher negra, mídias sociais

Abstract

Esse artigo teve como finalidade analisar casos de preconceito racial e de gênero sofridos por mulheres negras na mídia social Facebook, atualmente denominados de webpreconceito buscando verificar se essa plataforma foi facilitadora da agressão e se as mulheres negras sofreram mais preconceito de raça ou de gênero. A metodologia utilizada classificou-se como qualitativa. Foram realizadas entrevistas pessoais com uma amostra aleatória por conveniência formada por quatro mulheres negras. Chegou-se à conclusão que a raça é uma problemática maior do que o gênero no que se refere ao preconceito contra a mulher negra e que a ferramenta Facebook propicia agressões pelo seu caráter impessoal, no sentido de que não existe um contato face a face.

Published

2022-05-12