Hanseníase com manifestações otorrinolarinológicas como diagnóstico diferencial de vasculites primárias – relato de caso

Leprosy with otorhinolaryngological manifestations as a differential diagnosis of primary vasculitis – case report

Authors

  • Luciana Nunes Assis Daameche
  • Gustavo de Paiva Costa
  • Carlos Eduardo Lins
  • Tayane Oliveira Pires
  • Helga Moura Kehrle
  • Dunya Bachour Basílio

DOI:

https://doi.org/10.54022/shsv3n2-026

Keywords:

hanseníase, vasculite, anca

Abstract

As vasculites representam um grande grupo de doenças, classificadas entre primária e secundária. Diagnóstico de vasculite primária é um desafio na prática médica, uma vez que há manifestações clínicas amplas e heterogêneas, com critérios diagnósticos ainda escassos. Algumas manifestações clínicas são comuns: quadro constitucional, mialgia, artralgia, artrite, púpuras, pápulas, nódulos e úlceras. Uma das formas clínicas é a limitada em que os paciente com acometimento do trato respiratório superior frequentemente evoluem com doença sistêmica. Maioria dos pacientes apresentam envolvimento nasal, dos seios da face ou das orelhas que podem estar presentes semanas ou meses antes dos demais sintomas.  As vasculites secundárias podem estar relacionadas a infecções, drogas, substâncias tóxicas e neoplasias. As formas virchowiana e dimorfa da hanseníase apresentam características clínicas e sorológicas semelhantes com as doenças reumatológicas. Por ser uma doença endêmica no Brasil, há a descrição de uma variedade ampla de apresentações clínicas, deste modo realizar diagnóstico diferencial é imprescindível.

Published

2022-05-03