Avaliação do design da simulação por estudantes em uma unidade básica de saúde simulada

Evaluation of simulation design by students in a simulated primary care setting

Authors

  • Ana Paula Strazas
  • Aline Duarte Lisboa
  • Cayo Otávio Moraes Lopes
  • Mônica de Moura Mendes
  • Ana Cristina Beitia Kraemer Moraes

DOI:

https://doi.org/10.54022/shsv3n2-004

Keywords:

aprendizagem, atenção primária à saúde, docentes, educação, educação em saúde, ensino

Abstract

Introdução: As atividades educativas devem ser precedidas por um planejamento minuciosamente executado pelo facilitador e que considere as competências a serem alcançadas pelo estudante. A unidade básica de saúde simulada permite desenvolver habilidades e competências, situando o estudante no centro do processo de aprendizagem, em uma experiência significativa e transformadora. O objetivo é o de avaliar o design da simulação a partir das experiências dos discentes que passaram pela unidade básica de saúde simulada, no ano de 2021, na disciplina do núcleo de necessidades em saúde. Metodologia: A atividade foi avaliada utilizando a Escala de Design da Simulação, item e importância elaborado pela National League for Nursing (NLN) e validado para a língua portuguesa por Almeida, Mazzo, Martins, Pedersoli, Fumincelli e Mendes (2015), cuja pontuação segue a escala de Likert (LIKERT,1932). Este último aplicado após o término da experiência de simulação, no final de 12 semanas. A execução da avaliação desta atividade tem a aceitação do comitê de ética, CAAE 47947921.30000.5339. Resultados: O questionário foi respondido por 216 estudantes da graduação em medicina. Um dos princípios do método de simulação ressalta a importância de fornecer informações suficientes no início da atividade para propiciar orientação e incentivo, a atividade atingiu 80,1% deste princípio. O quanto o cenário se aproxima da realidade (59,3%) interfere na atividade, por esta razão, o planejamento cuidadoso por parte do facilitador tem tamanha relevância para o sucesso.Conclusões: Fortalecer as experiências vivenciadas por simulação e reconhecer o seu impacto na aprendizagem, como uma perspectiva significativa do processo de ensino, possibilita a construção continua e dinâmica das experiências transformadoras da educação em saúde.

Downloads

Published

2022-04-04