Tavi, o que a literatura atual demonstra em relação aos grupos de risco

Tavi, current literature findings regarding risk groups

Authors

  • Sofia Alessandra Kotsifas
  • Carolina Inocêncio Alves
  • Giovana Maier Techy
  • Nathaly Cristina Silva
  • Rafaela Baldança Machado
  • Fernando Bermudez Kubrusly

Keywords:

Substituição da Valva Aórtica Transcateter, Valva Aórtica, Estenose da Valva Aórtica, Insuficiência da Valva Aórtica

Abstract

Justificativa: a estenose de válvula aórtica (EA) é a patologia valvar cardíaca mais comum em países desenvolvidos, sendo tradicionalmente tratada com a substituição cirúrgica da válvula aórtica (SAVR). Entretanto, há indicação de que pacientes com EA grave e de alto risco sejam submetidos ao implante transcateter da válvula aórtica (TAVI), técnica que reduz complicações por ser menos invasiva.  Objetivos: revisar as vantagens e desvantagens do TAVI em relação à SAVR nos diferentes grupos de risco, bem como as vias de acesso utilizadas. Metodologia: análise de artigos publicados entre 2012 e 2020 em bancos de dados, como PubMed e Scielo. Discussão: o TAVI teve maior sucesso em pacientes de alto risco em relação à SAVR, enquanto em pacientes de risco intermediário não houve disparidades entre as duas técnicas. Já em pacientes de baixo risco, a SAVR apresentou-se superior ao TAVI. Em relação às vias de acessos do TAVI, a mais utilizada é a transfemoral, que é geralmente substituída pela transapical quando contraindicada. Conclusão: a escolha entre o TAVI e a SAVR deve ser realizada por uma equipe multiprofissional, que avalia tanto o grupo de risco, quanto as particularidades de cada paciente.

Published

2022-01-03