Implante percutâneo transvalvar aórtico: uma alternativa á cirurgia cardíaca aberta para a troca valvar aórtica.

Percutaneous transvalvar aortic implant: an alternative to open heart surgery for aortic valve exchange.

Authors

  • Beatriz Carnevalli Motta Nunes
  • Ana Leticia Carnevalli Motta

Keywords:

: estenose aórtica, implante de prótese de válvula cardíaca, substituição da valva aórtica transcatéter, / aortic stenosis, heart valve prosthesis implantation, transcatheter aortic valve replacement

Abstract

A estenose aórtica degenerativa calcificada é uma doença que acomete a válvula aórtica cardíaca, com redução de até 2/3 do diâmetro valvar e obstrução da passagem de sangue. Esta acomete 2% da população idosa, que está aumentando ao longo dos anos, sendo necessária a cirurgia cardíaca ou o implante percutâneo transvalvar aórtico (TAVI). Com o objetivo de relatar a evolução tecnológica no manejo de procedimentos menos invasivos, em alternativa à cirurgia cardíaca aberta, este estudo foi realizado. Trata-se de um levantamento bibliográfico de materiais já elaborados sobre o tema.  Os resultados das pesquisas bibliográficas mostram que para a escolha e indicação do melhor tratamento para o paciente foram considerados para a indicação de TAVI: os pacientes não candidatos à cirurgia de troca valvar, devido à gravidade do caso como aorta extremamente calcificada, dependência de oxigenoterapia, deformidades torácicas, morbidade, mortalidade, idade e tratamento clínico. Foram também considerados os efeitos destes procedimentos intervencionistas como: a incidência de sangramento fatal, choque cardiogênico, fibrilação atrial e insuficiência renal aguda, necessidade de marpasso permanente e regurgitação paravalvar, pelo uso da troca valvar de aorta percutânea. Mesmo diante dos critérios para contraindicação cirúrgica, em contrapartida aos riscos e consequências da escolha feita pelos tratamentos percutâneos, os resultados do uso da TAVI mostraram aspectos positivos em relação à cirurgia aberta. Conclui-se que o uso da técnica de TAVI, para o tratamento das estenoses, mostra o grande avanço da medicina, mas os critérios de indicação são fundamentais para que estas tecnologias beneficiem os pacientes.

 

The calcified degenerative aortic stenosis is a disease that affects the heart aortic valve, with reduction of up to 2/3 of the valve diameter and obstruction of blood flow. It affects 2% of the elderly population, which is increasing over the years, requiring cardiac surgery or percutaneous transvalvular aortic implantation (TAVI). In order to report the technological evolution in the management of less invasive procedures as an alternative to open heart surgery, this study was conducted. It is a bibliographic survey of materials already prepared on the subject.  The results of the bibliographical research show that for the choice and indication of the best treatment for the patient, TAVI was considered: patients who were not candidates for valve replacement surgery, due to the severity of the case such as extremely calcified aorta, dependence on oxygen therapy, thoracic deformities, morbidity, mortality, age and clinical treatment. The effects of these interventional procedures were also considered such as: the incidence of fatal bleeding, cardiogenic shock, atrial fibrillation and acute renal failure, the need for permanent marpasso and paravalvular regurgitation, by the use of percutaneous aortic valve replacement. Even in the face of criteria for surgical contraindication, in contrast to the risks and consequences of the choice made by percutaneous treatments, the results of using TAVI showed positive aspects compared to open surgery. We conclude that the use of TAVI technique, for the treatment of stenoses, shows the great advance of medicine, but the indication criteria are fundamental for these technologies to benefit patients.

Published

2021-12-20