Abastecimento de água no Brasil: um estudo das diretrizes, desafios e perspectivas

Water supply in Brazil: a study of the guidelines, challenges and perspectives

Authors

  • Julia Nogueira Mauad

DOI:

https://doi.org/10.54020/seasv3n2-008

Keywords:

abastecimento de água, saneamento, recurso hídrico

Abstract

A água, que representa dois terços da superfície do planeta, é substância fundamental para a vida humana e para o desenvolvimento. Esse artigo apresenta uma revisão da literatura, buscando uma visão geral do uso da água no país. No Brasil o maior consumo é destinado a agricultura, seguido pela indústria e por último abastecimento doméstico, que equivale a 18%. O Brasil é um país bastante privilegiado em termos de recursos hídricos. Em termos de vazão fluvial, a média anual é de 180 mil m3/s (12% da disponibilidade mundial) e em termos de pluviometria em 90% do seu território recebe em torno de 3.000 mm/ano. No entanto os problemas de abastecimento e saneamento existem em todo o território nacional.  A maioria da população brasileira vive em áreas urbanas e é preocupante perceber que mais de 60% das empresas não coletam esgoto doméstico para tratamento e que existe um grande número – mais de 10 milhões – de pessoas sem acesso a água tratada. Avaliando as informações coletadas, sugere-se que para melhorar o abastecimento de água, minimizando os problemas de abastecimento atuais, e os riscos relacionados a água e reduzir os impactos ambientais é necessária uma gestão eficiente que apresente uma visão racional de aproveitamento e preservação dos recursos hídricos. Para tal deve ser aumentada a produtividade e reduzido o consumo, buscando garantir um uso da gota d’água que garanta saúde para o ambiente e para toda a população, hoje e futuramente.      

Published

2022-05-24